RESENHA - FILMES

My Image

No filme A FELICIDADE NÃO SE COMPRA, pude aprender a importância de uma vida,especialmente pude avaliar o meu valor, e refletir quão diferente o mundo seria sem minha presença, tantas vidas que de algum modo foram tocadas por mim,aprendi a ser grato, grato por minha vida,grato pelos meus pais,grato, por minha esposa e filhos,grato pelas experiências que me tornaram quem eu sou e muito,muito mais grato a Deus,por sua sabedoria e amor. Aprendi a aceitar a boa e perfeita vontade de Deus,posso sonhar e fazer meus planos,mas talvez os desígnios de Deus seja maiores, fica claro que o propósito da vida de uma pessoa não pode ser medido em valores monetários, pra mim isso tira um peso das minhas costas,começo a ver as coisas sobre uma ótica mais espiritual e decidi ser muito mais grato por aquilo que tenho, grato, grato, grato, essa é a maior lição que extrai desse filme.

O pai de família George Bailey (James Stewart) sempre abriu mão de seus sonhos para ajudar sua cidade, Bedford Falls. Mas agora, na véspera de Natal, sente-se fracassado, tem uma grande dívida e pode ser preso. Desesperado, decide se suicidar, mas seu anjo da guarda vem à Terra para fazer com que ele mude de ideia. Para isso, o anjo mostra a George sua família, seus amigos, sua cidade, e como tudo seria diferente se ele não tivesse nascido. George, então, percebe o quanto foi e é importante na vida de muitas pessoas. Um clássico de Frank Capra, indicado a cinco Oscars em 1947 e ganhador do Globo de Ouro como Melhor Diretor, no mesmo ano.