My Image

Walter Almeida

Coach, palestrante

PODEMOS CRIAR UM MUNDO MELHOR?

16/03/2018 17:15:20

Imagine que certo indivíduo nutre em seu interior  pensamento s e sentimentos sombrios, tais como: Desânimo , tristeza, mágoas, raiva, raiva, vitimização e dor, combinados ou isolados, tal indivíduo vive certo que nada de bom o alcançará, achando até mesmo que nem deveria tentar e se expor, está sempre desconfiado das intenções alheias e de suas próprias habilidades, destruindo toda e qualquer possibilidade de relacionamentos.

Em contrapartida imagine outro indivíduo que é seu reverso, mantém bons sentimentos como: serenidade, amor, alegria, perdão, autoconfiança, uma pessoa que acredita que o melhor sempre está por vir e que seja completamente autorresponsável,  ele é aberto ao novo, sempre fortalece os relacionamentos existentes e busca ativamente construir novos.

Qual dos dois indivíduos está construindo uma realidade  próspera , feliz e de mútua ajuda? Qual dos dois indivíduos contribui para uma sociedade melhor e mais aprazível para se viver? De qual dos dois indivíduos você se aproximaria? Quem você convidaria para ser seu sócio, funcionário ou  parceiro?

Agora PARE  por um instante...e  reflita sobre sua vida...seus pensamentos...sentimentos...e crenças...(não estou falando de religião) eles contribuem para uma sociedade mais harmônica, justa e próspera ?

Você tem se colocado “como herói aprendiz  ou  vítima sofredora” ?  “É  um doador ou tomador” ? ( DAR & RECEBER, Adam Grant- Editora sextante)

Cada vez mais estudos científicos confirmam que podemos criar nossa realidade, podemos até mesmo alterar o DNA das nossas células através de nossos pensamentos e sentimentos, nossas mentes e nossos corações  emitem ondas eletromagnéticas que se conectam a outras pessoas na mesma frequência. Ser feliz proporciona grandes benefícios, na verdade uma lista interminável de benefícios, no livro O JEITO HARVARD DE SER FELIZ de Shawn  Achor o autor lista mais de 200 estudos científicos aplicados a cerca de 275 mil pessoas, e a boa notícia é que é  possível ser feliz e contribuir para um mundo melhor.